About Today's look

About Today's look

O preto vai ganhando terreno no meu guarda roupa, acho que me tenho deixado influenciar cada vez mais pelas imagens do Tumblr e Pinterest e começo a prestar mais atenção a esta cor que nunca ocupou o meu armário como agora.
Porque ainda é cedo para um total black (que isto do preto carrega-me o semblante) juntei ao look uns lábios vermelhos, um lenço da zara e um fedora da Massimo Dutti do ano passado nos mesmos tons. 
Agora a aquisição mais estranha dos últimos tempos confesso que foram estes sapatos. Não seria normal olhar sequer para eles, mas não é que me perdi de amores? e o conforto? parece que ando em cima de um colchão! adoro-os, ainda que cheia de noção que esta moda da plataforma não agrade a toda a gente. 
E as meninas, gostam de andar empoleiradas nestas borrachas? É TÃO COOL!

# 1 Motard e (+) Meia em Ourense













Chegámos a Ourense esfalfadinhos de todo depois de 5 horas em cima da mota, sem almoço e sem lanchinho, sem nada, com os estômagos colados às costas e com o mau feitio que me é conhecido sempre que tenho fome.

Largámos as malas e um duche rápido e uma casa de banho inundada depois, deixámos o hotel para procurar um restaurante para jantar.
Digo-vos, jantar cedo em Espanha é tarefa difícil: ou comes tapas (e isso podes fazê-lo a qualquer hora) ou então, se quiseres comer uma carnuncha da boa, esperas pelas 9 horinhas da noite (com sorte) que é pr'aprenderes! 

Moral da coisa, às oito e meia não havia restaurante que nos servisse e a única coisa que tinham para nos dizer era que era "muy temprano", "muy temprano" ... acabámos a comer queijos e presuntos e pão e vinho que é tudo o que eu preciso para diminuir a massa gorda que tenho pregada ao corpo, mas enfim, era o que havia. 

Sei que às 9 e meia da noite, ou seja, à hora em que os muy tempranos  começavam a jantar, já eu estava enfiada na cama a pensar no pequeno almoço do dia seguinte (gosto tanto dos pequenos almoços nos hoteis!) 

E Ourense, perguntam vocês.  A Ourense da manhã (depois de um pequeno almoço rico em fibras e vitaminas) pareceu-me muito mais serena, pouca gente na rua, à excepção dos desportistas matinais e com umas cores fantásticas junto à zona das pontes.

Ourense é uma cidade bonita (como se pode ver pelas fotografias) e acho que vou querer voltar com mais tempo até porque não explorei todo aquele comércio de que me ia dando conta pelo canto do olho - que diabos, ninguém devia ser obrigado a chegar a uma cidade destas à hora do fecho das lojas e com fome, ou não é?

# 1 motard e (+) meia (TAKE ONE)

Mais um passeio de mota enquanto o sol não se despede de nós. 
Desta vez saímos de Caminha com destino a Ourense, no caminho mil e uma maravilhas em tons de outono, uma síntese de elementos extraordinária entre curvas e curvas, vaquinhas e vaquinhas (que pastam onde lhes dá na veneta).
Uma paragem na Nossa Senhora da Peneda para conhecer o Santuário e prosseguimos rumo ao destino.
Já viram bem esta paisagem? 
Estas viagens de mota, que são realmente fantásticas, não deixam de ser cansativas para uma meia motard como eu que ainda ontem se estreou no capacete.

Não pensem que são só facilidades, tenho os meus acessos de mau feitio, normalmente quando chego àquele ponto em que tudo em mim vai dormente, desde a moleirinha ao rabo, passando pelas orelhas (uma sensação idêntica à de trazer 3 pares de brincos de molas agarrados às ditas) e acabando nos bracinhos que parece que levaram 4 ou 5 vergastadas de um pau de pastor, irra!
mas depois passa-me, são meios acessos, fogachos, luscos fuscos, vá! no fim das contas o saldo é tão mas tão positivo que voltava a ir já amanhã!

'Bora comer fora? # 1 TAPABENTO


Já tinha falado do TAPABENTO no meu Instagram. Hoje voltei a ir lá almoçar e confirma-se, é top!
O restaurante tem uma decoração trendy e cool, com alguns pormenores das cozinhas tradicionais à mistura, o pessoal é jovial e fresco e a proprietária é uma simpatia, aliás, tudo ali é simpático. Quanto à comida (que é o que mais interessa) é deliciosa, é mesmo, juro! o menu do dia ganha pela qualidade e preço (€ 7,50- bebida, entrada, prato, sobremesa e café) porque é mais do que aquilo que estamos habituados a comer no primeiro café da esquina e de preferência rápido para ainda ter tempo de dar um pezinho de passeio antes de voltar ao trabalho.
Não senhora, o menu do dia aqui ganha pelos sabores, pelas entradas (hoje era gaspacho- mnham, mnham) e pela dedicação que se vê imprimida em cada prato que vem para a mesa. Ainda não fui lá jantar, mas a tirar pela lista pregada em papel manteiga na parede tenho de tratar disso rapidamente.

 Mais informações e fotografias deste sítio espectacular aqui.

Bom fim de semana! 

AddThis