petite armoire


O T1 não é dos mais pequenos, mas os armários .... verdadeiras batalhas de tunicas, vestidos e saias... não há roupa que saia lá de dentro que não pareça ter sobrevivido a um massacre.

Soluções: despojar-me de parte das minhas (mais que muitas) carteiras, botas (novas), vestidos, calças, lenços, etc., etc., etc.

Pois bem, a coisa deu-se e é já no dia 26 de Novembro - no Sábado, a partir das 11 horas - que vou estar no Mercado de Porto Belo, na Praceta Carlos Alberto, no Porto.

Estarei com a Maria João, uma amiga (que vende roupa girissima) e que não tem contribuído muito para as minhas finanças pessoais.
Apareçam!


O sábado nesta cidade, um passeio a pé num Inverno que hoje não deu as caras, as ruas cheias de almas às cores, a preto e a branco. 

O cheiro a bolos quentes no Pimenta Rosa da Bombarda, a feira Porto Belo (ruína da carteira), os grafitis, as escadas para outros destinos. Duas mãos dadas. Um telefone novo, 1000 experiências fotográficas e algumas carantonhas depois,  desce-se rumo à Ribeira. 
Balões vermelhos agitam-se nas portas, os ateliers de arquitectura estão abertos aos curiosos, sexto andar do número 22 da Praça Dona Filipa de Lencastre e descobre-se o alfaiate das elites Laboratorio di Sartoria, dois dedos de conversa, um elevador lindissimo e algumas centenas de passos depois, sofá (por fim)....

It seems that happy people make a happy home



O Jack Daniels, por favor!


Esta mesa ... (e tudo o resto!)

AddThis