# 1 Motard e (+) Meia em Ourense













Chegámos a Ourense esfalfadinhos de todo depois de 5 horas em cima da mota, sem almoço e sem lanchinho, sem nada, com os estômagos colados às costas e com o mau feitio que me é conhecido sempre que tenho fome.

Largámos as malas e um duche rápido e uma casa de banho inundada depois, deixámos o hotel para procurar um restaurante para jantar.
Digo-vos, jantar cedo em Espanha é tarefa difícil: ou comes tapas (e isso podes fazê-lo a qualquer hora) ou então, se quiseres comer uma carnuncha da boa, esperas pelas 9 horinhas da noite (com sorte) que é pr'aprenderes! 

Moral da coisa, às oito e meia não havia restaurante que nos servisse e a única coisa que tinham para nos dizer era que era "muy temprano", "muy temprano" ... acabámos a comer queijos e presuntos e pão e vinho que é tudo o que eu preciso para diminuir a massa gorda que tenho pregada ao corpo, mas enfim, era o que havia. 

Sei que às 9 e meia da noite, ou seja, à hora em que os muy tempranos  começavam a jantar, já eu estava enfiada na cama a pensar no pequeno almoço do dia seguinte (gosto tanto dos pequenos almoços nos hoteis!) 

E Ourense, perguntam vocês.  A Ourense da manhã (depois de um pequeno almoço rico em fibras e vitaminas) pareceu-me muito mais serena, pouca gente na rua, à excepção dos desportistas matinais e com umas cores fantásticas junto à zona das pontes.

Ourense é uma cidade bonita (como se pode ver pelas fotografias) e acho que vou querer voltar com mais tempo até porque não explorei todo aquele comércio de que me ia dando conta pelo canto do olho - que diabos, ninguém devia ser obrigado a chegar a uma cidade destas à hora do fecho das lojas e com fome, ou não é?

2 comentários:

  1. De mota? Foram de mota? Que casal top ;) E tu sempre super gira, cheia de pinta.

    ResponderEliminar
  2. fomos de mota, sim senhora! :) obrigada, Lau! beijinho

    ResponderEliminar

AddThis