# 1 motard e (+) meia (TAKE ONE)

Mais um passeio de mota enquanto o sol não se despede de nós. 
Desta vez saímos de Caminha com destino a Ourense, no caminho mil e uma maravilhas em tons de outono, uma síntese de elementos extraordinária entre curvas e curvas, vaquinhas e vaquinhas (que pastam onde lhes dá na veneta).
Uma paragem na Nossa Senhora da Peneda para conhecer o Santuário e prosseguimos rumo ao destino.
Já viram bem esta paisagem? 
Estas viagens de mota, que são realmente fantásticas, não deixam de ser cansativas para uma meia motard como eu que ainda ontem se estreou no capacete.

Não pensem que são só facilidades, tenho os meus acessos de mau feitio, normalmente quando chego àquele ponto em que tudo em mim vai dormente, desde a moleirinha ao rabo, passando pelas orelhas (uma sensação idêntica à de trazer 3 pares de brincos de molas agarrados às ditas) e acabando nos bracinhos que parece que levaram 4 ou 5 vergastadas de um pau de pastor, irra!
mas depois passa-me, são meios acessos, fogachos, luscos fuscos, vá! no fim das contas o saldo é tão mas tão positivo que voltava a ir já amanhã!

Sem comentários:

Enviar um comentário

AddThis