memória do que trazes vestido



Se há aquelas peças de roupa de que depressa nos fartamos, outras acompanham-nos anos e anos, não é? 
No meu armário tenho muitas dessas aquisições antigas, peças que sei que ficarão comigo até se tornar impossível usa-las de tão ruças que hão-de estar. 
São roupas que trazem uma história, que estiveram lá, naquele dia, naquele momento importante de que tão bem te recordas, com aquela pessoa, com aqueles amigos, naquele contexto de tempo de coisas felizes ou de coisas tristes, não importa. 
São memórias fortes na forma de roupa, são uma espécie de fotografia do que vivi dentro daquele vestido, daquele casaco, daqueles sapatos que trazia calçados quando corri para abraçar alguém muito querido. 

Enfim, são coisas que me acompanham sempre, que uso todos os anos, independentemente das modas e das tendências, porque me são confortáveis e já me conhecem as formas. 

Este vestido lembra-me uma tarde de Abril na Comporta há alguns anos atrás e lembra-me também que nesse dia vestia uma doce e amarga melancolia que se pôs triste nesse dia que era de sol.

# Zara (very old) dress  
# Vintage fur 
# Asos Boots (black Friday) 
# Blues beanie - (antiga Pinheiro da Rocha) na Rua Rodrigues Sampaio, 128- Porto
# Rings - from Zambujeira do Mar (local shop) & Satellite Paris
# Necklace - yard of girls 
# Vintage Sunnies

2 comentários:

  1. Adoro! O vestido e o casaco! Lindos! <3

    ResponderEliminar
  2. Adoro a forma arrojada e com pinta, com que se veste!

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

AddThis