Apanhámos o teleférico para ir ver o Porto do outro lado, mais alto, completo e feliz


e respiramos fundo, esquecemo-nos de tudo o que vem agarrado a nós, as falhas, as inquietudes, os medos. aqui há uma luz, uma energia que vem das estrelas, das casas, do rio, das pontes e das pessoas, uma energia que nos empresta uma nova vida, um novo ser, noutra pele, sem cicatrizes. aqui fazemos vénias ao passado, aquele que nos trouxe aqui, guiado por erros, montanhas deles, guiado por escolhas, montanhas delas, numa condução acidentada, desencartada mas legítima, 
olha. vê. sente. por que cada dia é uma vida inteira.

3 comentários:

  1. Que vista boa!!!! Andamos viciadas na mm malha 😀

    ResponderEliminar
  2. E vão 3!! E usámos no mesmo dia e num dia igualmente bonito!

    ResponderEliminar

AddThis