Cirandar



Cirandar e descobrir cantos, azulejos, pinturas de rua, quelhas e infinidades de coisas. 
Cirandar pelo Porto é uma mania, um vício bom, uma catarse que funciona para mim como o campo funciona para algumas pessoas, adoro esta constante descoberta de ruas e quelhas, de casas bem vestidas, de lugares cozy, de lojas de bolachas, de bolos, de chás, disto e daquilo e um dos prazeres maiores dos meus dias é poder fazê-lo sem que me custe absolutamente nada!

É tão fácil tirar prazer das coisas bonitas, olhar para cima e em frente, evitar os olhos no chão, VER, ver o que se passa à minha volta, as pessoas, os gatos, a vida a acontecer. 

Hoje cirandei com a minha mãe, primeiro um sushi que me soube pelas alminhas todas, depois o laureanço de braço dado, a converseta e as fotos e os olhos fechados e a cabeça cortada e o zoom da máquina e o "mete o meu chapéu" e o riso de uma e de outra... que bom que é o tempo de que dispomos para continuar a ter tempo para o que importa...

(o vestido é da Zara (aqui) e é super confortável e quentinho o resto já tem tudo barbas)

beijinhos!

4 comentários:

  1. adoro sempre os teus looks :)

    http://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) olha que bom! Beijinho grande!!!❤️

      Eliminar
  2. Cirandar é um verbo bem lindo:) Quase tão bonito como tu e a tua mãe. Com os vossos sorrisos muito juntos.

    E concordo com o comentário anterior. Acrescentando isto: dás alma à roupa que usas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ohhh, isto é tão bom... chegar aqui e ter estes mimos vossos para começar o dia :) obrigada, Mar. adoro tudo o que fazes e que nos dás a conhecer, és o máximo!

      Eliminar

AddThis