#BORA COMER FORA - VIRA LATA


Já se sabe que esta cidade está a fervilhar de vida e que andar pela baixa e zona histórica sem esbarrar em alguma coisa nova é difícil: há sempre um bar, um restaurante, uma casa de vinhos, uma loja de produtos típicos, etc., etc a nascer em cada rua. 
E já não é só nas artérias que mais movimento tinham até agora, a coisa já se estende para lá disso e a baixa - que é como quem diz - a zona "movida" vai-se tornando mais extensa, as reabilitações vão conferindo mais luz ao conjunto e o novo e o velho harmonizam-se e acentuam o carácter que o Porto já tinha antes deste boom todo que está agora a viver.

Ora bem, eu que adoro laurear a pevide estou nas minhas sete quintas, claro está, conhecer sítios novos é um vicio que se me pregou ao corpo e por isso tento fazê-lo sempre que posso!

Hoje fui com o meu bichinho mais velho conhecer o Vira Lata (adoro o nome), um restaurante de petiscos, uma espécie de tasca trendy com muita cor, muitos objectos nas paredes, muita vida e gente simpática!
Comi um wrap com cogumelos e queijo da ilha que estava delicioso e o meu pai um preguinho com queijo da serra (dizem que faz maravilhas ao colesterol :P).
Parece que a grande especialidade por aqui é a açorda de bacalhau e mexilhões e as empadas de queijo brie, mas isso vai ter que ficar para outro dia, com mais tempo que a minha hora de almoço não estica e açorda que é açorda precisa que lhe seja dedicada toda a atenção!

O Vira Lata fica na Rua Dr. Barbosa de Castro, 74 e aceita reservas.
Ah, e tem esplanada!



/Carteira - Mango (A/W2015)/ Vestido -Asos (antigo) /Botas Xuz (antigas)/óculos Rayban/

Tudo e mais um par de botas

Tudo e mais um par de botas


Perfeitas para os vestidos brancos.
Perfeitas para os jeans mais curtos.
Perfeitas para os calções com túnicas.
P-e-r-f-e-i-t-a-s!

E caras que não se aguenta!

Miúda inspiradora do dia

Gosto de tudo nesta foto.
Gosto dela e do seu ar Juliette Binoche, do ar descontraído que as jardineiras lhe acentuam e das duas outras lá atrás a olharem de esguelha.
Gosto de tudo.

Comprimentos e túnicas


São as peças que "se me metem pelos olhos adentro" nas lojas e juro-vos que levo à frente tudo quanto se meta no meu caminho (amigas e transeuntes incluídos)!

A minha mãe bem tenta convencer-me a usar coisas que me definam mais a cintura, que me mostrem mais as pernas (não entende este meu problema celulítico que me borbulha nas canetas), mais femininas, mais navy, mais calcinha branca (pouca memória da hippie que já morou dentro dela), mais ela, no fundo (a de agora).

Mas
Eu sou é isto: comprimentos, túnicas, carteiras a tiracolo e acessórios barulhentos com moedas e guizos e cores a chocalharem entre si.

Carteira e saia da By S_Urban Style
Túnica Vintage Bazaar (antiga)
Colete Ali Jo (antigo)
Brincos Berskha (desta estação)

AddThis