segunda morada



e aqui estamos, prestes a abandonar mais 365 dias de vida. 
deixamos para trás a sonoridade do passado e vamos, ainda surdos do futuro, celebrar fins e começos, com copos que se erguem, entre pessoas que queremos que partilhem a nossa dança em permanente estado de nascença. 

cada ano é como que uma espécie de segunda morada, uma nova oportunidade de sermos um bocadinho mais do que fomos, de nos subtrairmos na experiência daquilo que não queremos voltar a ser. aprimoramo-nos, ou assim devíamos. 

gosto deste cheiro a esperança que se mistura com a lenha queimada, com a mesa cheia das pessoas nossas, as que já cá estavam e as que chegam. 
ao mesmo tempo, ainda assim, a nostalgia fica-me. 
sou melancólica (como me disseste um dia - há sempre uma tristeza em ti que se sente) e conta de adição.
sou o tanto e o pouco sem eternidades, mas presente.

nesta altura - a do abandono do que fica para lá - o coração bombeia o tempo que lhe calhou, cada um parte do seu próprio território para outro, igualmente seu, partilhado ou a sós.  


que seja extraordinário o que por aí vem, senão tanto assim, pelo menos vida.



bom e feliz ano, pessoas virtualmente reais!


a fotografia é do verão e escolhi-a porque sim.
um de frente. outro de costas. lado a lado, assim como o passado, assim com o futuro.
assim como o presente

cor de rosa

Camisola HM 
Vestido usado como saia - Zara (antigo) 
Sapatilhas - Zara (desta coleção) 
Gola de pêlo sintético - YARD AND BLUES (AQUI)

(ESPREITEM A LOJA ON LINE DO YARD QUE TEMOS MUITAS NOVIDADES!)

beijos 

Noite de Natal

Noite de Natal



Vestido e brincos Zara


(e eu que ainda ontem dizia que andava sem tempo para isto e faço dois posts assim seguidinhos, hein?

mas "dias não são dias", não é o que se costuma dizer?

apeteceu-me deixar aqui aquela que vai ser a minha escolha para a noite de Natal:
o vestido de veludo que adoro com estes pormenores brilhantes e prateados, umas sapatilhas brancas para  cortar o "demasiado arranjado" e porque nesta noite queremos algum glamour mas eu cá gosto de continuar confortável
os brincos a emoldurar o rosto, o batom (vermelho, como sempre)
et voilá!
temos festa, bacalhau e rabanada!

e vocês, já têm tudo magicado para esta noite?

beso beso!


fim de semana

dedicado ao meu bicho mais fofo e aos mil e muitos beijos que lhe dou por dia!
<3 p="">

checked coat




Não tenho tido tempo para o blog.
sorry for that.
esta época é sempre difícil para mim por uma série de razões e sinto mais necessidade de estar recolhida, sossegada.
queria muito agradecer as mensagens que recebo a perguntar se está tudo ok! 
obrigada MESMO!
 continuo por cá e, se não sempre, a espaços, prometo!

beijo beijo
e até já!


um post para acabar a semana




E muito depressa que estou mesmo, mesmo em vésperas de um um fim de semana de 5 dias e já só consigo pensar nisso!

Blazer -Max Mara 
(e tem para cima de uma porrada de anos, não há dúvida de que o que é bom dura que é uma eternidade o que não quer dizer que a qualidade seja característica apenas das marcas, não é, ainda que lhes esteja (necessária e desejavelmente associada)

Calças Zara - coleções passadas
T-shirt - HM
Sapatilhas -Converse
Carteira - Zara - nova coleção

(as fotos são pelas mãos da minha mãe que diz que tenho a mania de meter o pezinho para dentro e tem razão como se vê mais acima, mas a culpa é dela que não me meteu dentro de uns ortopédicos quando ainda era ela que mandava na minha vida

désolé!)

Ah. fui cortar o cabelo na terça feira... nota-se muito não nota...?

pois, eu não mando nada na cena e não vale a pena dizer ah e tal faz-me isto e aquilo.
não.

deixei de ter poderes para o acto desde que meu querido Isidro

(pessoa que abençoadamente me foi recomendada por uma amiga há uns anos quando, acabadinha de chegar ao Porto, me meti nas mãos de uma assassina de cabelos que me deixou cheia de autoestradas brancas no cocoruto para, depois, volvidos diversos e tenebrosos estádios, se tornarem laranja tipo Julianne Moore, só que sem aquela cara.)

se arrogou essa responsabilidade com procuração com poderes especiais para decidir what the hell he wants,
madeixas incluídas que, por sinal, ficaram bem lindas, ou não ficaram?

eu cá acho que ficaram!

Músicas da minha vida #3


Velvet Revolver - Fall To Pieces Music Video from Slash TV on Vimeo.


esta música... nem sei o que vos dizer sobre os tempos em que ela mais me tocava na pele. foram daqueles tempos escuros, em que nos encolhemos sobre nós e esperamos que a vida passe, que apenas passe.

acho-a extraordinariamente fantástica e, apesar desses tempos, continua a tocar em mim e para mim todos os dias dos meus dias.


I keep a journal of memories

I'm feeling lonely, I can't breathe
I fall to pieces, I'm falling
Fell to pieces and I'm still falling

Domingo




8 kms de passeio a pé de casa até ao Parque com um (maravilhoso) ceviche pelo meio, algum sol, algum vinho e o cão feliz lá da casa!

é preciso mais?

vestido Mango /Sapatilhas Topshop 

AddThis