do dia da mulher da minha vida

Clarisse, minha mãe desde os seus 18 anos, do Armando desde os 19 e do Carlos desde os 30.


um exemplo de determinação, uma pessoa que se levantou tantas vezes quantas as que caiu, que se regenera por si, que se sacrifica e que dá a vida e a saúde que não tem pelas coisas em que acredita e pelas quais assume responsabilidades maiores do que ela própria.
é uma mulher menina de sonhos que não concretizou, de uma vida cheia de tantas coisas que não pediu mas que aceitou sempre, mas sempre, de cabeça erguida.
é a força na mais perfeita forma de força que eu conheço.
é a minha linda Clarisse!
a pessoa mais forte do mundo inteiro!


*o rapazola bem apessoado é o mano do meio mais lindo do mundo 
o mais novo (o irmão_barra_filho de quem fui sempre mais mãe do que irmã, porque a nossa mãe sempre trabalhou muitíssimo) não esteve presente no almoço mas apareceu para os comes da tarde e para os comes da noite, que o dia da mãe celebra-se assim, à volta da mesa e à conversa)






Macacão - Asos // Carteira - Da Luz (Rua Sra da Luz, Porto) // Sandálias -Zara (desta coleção) //Casaco franjas - Zara de coleções passadas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

AddThis